top of page

Reunião no Ministério da Cultura debate políticas públicas para o forró

Solicitada pelo deputado Daniel Almeida, o encontro contou com a presença da ministra Margareth Menezes e membros do Fórum Nacional do Forró de Raiz.


Com a proximidade das festas juninas, o deputado federal Daniel Almeida solicitou reunião no Ministério da Cultura junto com a coordenadora do Fórum Nacional do Forró de Raiz, Joana Alves, do músico Del Feliz e demais forrozeiros com o objetivo de abrir um diálogo para pensar políticas públicas em defesa da manifestação cultural.


Com a participação da ministra da Cultura, Margareth Menezes e do secretário executivo do MinC, Márcio Tavares, e de representantes das secretarias da pasta, acolheu as pautas e levou para mesa “discutindo políticas de valorização do Forró Patrimônio e regulamentação de contratação de artistas do segmento”, afirmou Daniel.


De acordo com o MinC, os itens destacados incluem uma lei que garanta cachês justos aos músicos; o reconhecimento como Patrimônio da Humanidade pela Unesco; um grupo de trabalho para políticas estruturantes; iniciativas de educação patrimonial voltadas ao forró; linhas de crédito para o financiamento de instrumentos; e a criação de um canal de defesa dos direitos de mestres da cultura popular em parceria com o Ministério dos Direitos Humanos e da cidadania.


Reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial pelo Iphan, o Forró é um ritmo celebrado principalmente na região Nordeste. “Meu mandato atuou na linha de frente para ajudar a salvaguardar esse bem tão precioso para os nordestinos. Seja no xote ou no baião, o arrasta-pé precisa continuar recebendo investimentos e valorização com rica expressão cultural do Brasil”, relembrou Daniel.


Com informações do MinC



Comments


Daniel_Logo_2023.png
bottom of page